"I believe in pink. I believe that laughing is the best calorie burner. I believe in kissing, kissing a lot. I believe in being strong when everything seems to be going wrong. I believe that happy girls are the prettiest girls. I believe that tomorrow is another day and I believe in miracles."
— Audrey Hepburn


Artist: Pixies / Volt 44
Title: Where Is My 8bit Mind?
186 363 reproduções

mhetralla:

(via edgarallanfuck)



Preciso, urgentemente, de um abraço sincero, que me faça sentir nas nuvens.

Preciso de um beijo que me faça borboletas na barriga e de um toque que me arrepie o corpo todo.


É horrível querer estar apaixonada e não ter por quem.



 

thepleasurezone:

1000% true

Sinto sempre tanto. Sinto sempre mais do que o que devia e tudo me mata sempre tanto por dentro.



I want to cuddle with you but also give you orgasms.

Neste momento, ver uma série com companhia antes de adormecer parecia-me a ideia de uma noite perfeita.


Quero-me sentir apaixonada. Quero um abraço que faça o meu corpo voar e o meu cérebro explodir. Quero uma mensagem de bom dia e uma chamada só para ouvir a voz. Quero um toque de mãos que mude todo o meu universo e quero olhar para um sorriso que pareça uma galáxia. Quero um olhar terno e quero ouvir um riso maroto no meio dos lençóis. Quero chorar, rir, gritar, correr, passear com alguém. Ir ao cinema e encostar a cabeça no ombro, ir ao parque e dar as mãos. Quero um amor verdadeiro, pode durar pouca mas que seja simples e honesto.


Sinto-me nervosa, irritada, feliz, apetece-me gritar, correr e dormir. Sinto-me maluca sem saber o que sentir. Não sei o que sinto e o que acho que sinto leva-me à loucura. Porque o que sinto não é o normal, o que sinto não é o que os outros sentem. Eu sinto mais, sinto o dobro, o triplo ou até o quadruplo. Sinto-me feliz a dobrar e sinto tristeza a triplicar. Sinto borboletas na barriga e abelhas no cérebro. Sinto o coração apertado e ao mesmo tempo solto. Sinto falta de ar e ao mesmo tempo parece que os meus pulmões estão livres, fora de mim. 

Sinto tudo, sinto tanto e ao mesmo tempo sinto o nada. Sinto-me sem vida, sem mim mesma.